Lições Bíblicas - A divisão espiritual do lar

quinta-feira, 23 de agosto de 2012

0 comentários

“Semelhantemente, vós, mulheres, sede sujeitas ao vosso próprio marido, para que também, se algum não obedece à palavra, pelo procedimento de sua mulher seja ganho sem palavra” (1 Pe 3.1).

Introdução

Esta lição tem por finalidade, mostrar como agir em meio a esse assunto tão delicado e tão comum no meio cristão, casais onde um serve ao Senhor e o outro não, o que fazer em uma situação assim? Como proceder? Será que o cônjuge se separar é o correto? É isso que vamos aprender, junto ao nosso manual diário, a Bíblia Sagrada.

Sabemos que a Bíblia Sagrada, o Apóstolo Paulo nos ensinam que não devemos nos prender a um julgo desigual (2 Co 6.14-16), Jesus nos ensinou que o casamento foi feito para ser único, onde um casal não pode se separar a não ser por adultério (Mt 19.3-12, Mc 10.2-12, Lc 16.18). E porque vemos na maioria dos lares cristãos essa dificuldade, onde encontramos muitos casais onde somente um serve ao Senhor e o outro não serve a Ele.

Jesus está voltando

sexta-feira, 10 de agosto de 2012

0 comentários
"Mas quem suportará o dia da sua vinda? E quem subsistirá, quando ele aparecer? Porque ele será como o fogo do ourives e como o sabão dos lavandeiros." (Malaquias 3.2)

Por: Rodson Rodrigo

Os sonhos de Deus

quarta-feira, 8 de agosto de 2012

0 comentários
"Porque os meus pensamentos não são os vossos pensamentos, nem os vossos caminhos os meus caminhos, diz o SENHOR. Porque assim como os céus são mais altos do que a terra, assim são os meus caminhos mais altos do que os vossos caminhos, e os meus pensamentos mais altos do que os vossos pensamentos. Porque, assim como desce a chuva e a neve dos céus, e para lá não tornam, mas regam a terra, e a fazem produzir, e brotar, e dar semente ao semeador, e pão ao que come, assim será a minha palavra, que sair da minha boca; ela não voltará para mim vazia, antes fará o que me apraz, e prosperará naquilo para que a enviei." (Isaías 55.8-11)

A paz do Senhor Jesus a todos os amados irmãos em Cristo Jesus,

Quando falamos em sonhos, lembramos de José, homem que sonhou os sonhos de Deus, e ai eu pergunto a você: "Você tem sonhado os sonhos de Deus?"

Pergunta difícil né? Não é fácil sonhar os sonhos de Deus, e vou lhe explicar o porque. Os sonhos do ser humano é distinto dos sonhos do SENHOR, porque os sonhos do homem são pequenos, são limitados, e muitas das vezes a estrada dos sonhos do homem não passam pelo deserto, as vezes os sonhos do homem precisa passar por cima dos sonhos de outrem, pra poder alcançar o seu sonho ele tem que frustrar o de alguém, precisa "matar" o seu irmão, pra alcançar o seu sonho ele precisa prejudicar um colega de trabalho, ora precisa ser falso, mentiroso, e desonesto. Mas Deus não sonha assim, por isso que os sonhos de Deus são maiores e mais elevados que os nossos, porque os sonhoe dEle são puros, são verdadeiros, são soberanos, Deus não precisa tirar algo do teu irmão em Cristo pra te dar algo, Deus não prejudica ninguém quando realiza o teu sonho.

Sonhe os sonhos de Deus, seja sincero, e tu herdarás a coroa da vida eterna, sonhando os sonhos de Deus você só vai ter vitória.

Fiquem todos com Deus. Paz do Senhor!

                 

Veja como Deus faz

terça-feira, 7 de agosto de 2012

0 comentários
A paz do Senhor Jesus a todos os amados irmãos em Cristo Jesus.

Navegando hoje pelo Facebook, vi em uma página de uma irmã uma imagem que me deixou um tanto que impressionado, e fiquei "matutando" (como diz o matuto), e dizia comigo mesmo: "Deus é tremendo, Sua Soberania vai além dos limites humanos."

Vejam a imagem abaixo

(Clique na imagem para ampliar)
 E tinha o seguinte texto: A Polícia foi chamada por reclamação dos vizinhos pelo barulho e veja só o q aconteceu... É isso ai Papai!!






 Na imagem tinha um resalva informando que a imagem e o evento é verídico, e para ser sincero aos amados irmãos, eu não duvido de nada quando vem do Trono do Altissímo, só digo uma coisa: "Essa mulher de Deus está cheia de unção e a autoridade"

A Glória de Deus é tremenda meus queridos, toda Honra, toda Glória, e todo o Louvor seja dado ao SENHOR dos Exércitos!

"Porque, onde estiverem dois ou três reunidos em meu nome, aí estou eu no meio deles." (Mateus 18.20)

       

Com Jesus é só vitória!

0 comentários

"Pois contigo desbarato exércitos, com o meu Deus salto muralhas."
(Salmos 18.29)

A paz do SENHOR Jesus a todos os amados irmãos em Cristo Jesus.
Com o nosso DEUS não temos o que temer, as lutas e tribulações dessa vida tentam nos imprimir medo, e muitas das vezes pensamos em desistir, em parar, o desânimo bate a porta do cristão, o inimigo da nossa alma, vem para nos amedrontar, mas ele não sabe que ao bater na minha e na sua porta, quem abre é o Todo-Poderoso, é o nosso Princípe da Paz, porque Ele já faz morada em nós, e ao ver que o Rei da Glória está em nossa casa, ele bate em retirada.

Para que temer, se o Leão da tribo de Judá está contigo, porque você está triste se Jesus é quem peleja por vós. O cristão precisa aprender a lidar com as situações desta vida, as labutas estão difíceis? DEUS sabe, e Ele já vem com uma bandeja de vitória para aqueles que verdadeiramente O buscam.

"O SENHOR se agrada dos que o temem e dos que esperam na sua misericórdia." (Salmos 147.11)

Confie, espere, descanse no SENHOR, porque com Jesus é só vitória.

Fiquem com Deus. Paz!

              

ESTUDO BÍBLICO - O poder do louvor

segunda-feira, 23 de julho de 2012

1 comentários

ESTUDO BÍBLICO
O poder do Louvor

Escrito por: Rodson Rodrigo

                A paz do Senhor Jesus a todos os amados irmãos em Cristo Jesus. Mais uma vez pela Graça do nosso Bendito Deus estamos mais uma vez aprendendo de Sua Palavra. Este estudo tem por finalidade nos ensinar o poder que o louvor tem, e porque ele pode causar esse impacto na vida do crente, e como podemos usar o louvor em nosso favor, assim como Jesus usou no dia da Ceia com os discípulos, e nos mostra que mesmo em meio a tantas dificuldades ainda teve forças para louvar e engrandecer o nome do Pai.

Texto base: “E, tendo cantado um hino, saíram para o Monte das Oliveiras.” (Mateus 26.30)

                Meus amados e queridos, quero aqui externar para todos vocês sobre o poder do louvor e não sobre ritmos musicais, para que você após a leitura desse estudo não venha com indagações sobre o que foi dito.

INTRODUÇÃO

                Quando meditei sobre esse texto, comecei a me indagar sobre algumas questões: Porque Jesus cantou um hino sabendo do que viria? Que hino Ele cantou? E muitas outras que estarei abordando nesse estudo.

                A Bíblia nos mostra que Jesus reuniu os seus discípulos no Cenáculo para a ceia, e diz a Bíblia Sagrada que ao término da ceia, Ele cantou um hino e saiu para o Monte das Oliveiras. Vemos aqui nessa passagem um dos momentos mais lindos ou angustiantes (como você queira interpretar) da vida de Jesus, e já aprendemos aqui no versículo do texto base que a Soberania do SENHOR Jesus é infinita, que mesmo Ele sabendo do que viria pela frente, mas não desistiu, foi obediente até a morte, e morte de cruz: e sorte que haja em vós o mesmo sentimento que houve também em Cristo Jesus, Que, sendo em forma de Deus, não teve por usurpação ser igual a Deus, Mas esvaziou-se a si mesmo, tomando a forma de servo, fazendo-se semelhante aos homens; E, achado na forma de homem, humilhou-se a si mesmo, sendo obediente até à morte, e morte de cruz.” (Filipenses 2.5-8)


O LOUVOR

                Interessante, meus amados, quão grande é o poder que o louvor tem para nos fortalecer, para anular toda angústia e toda mágoa que existe em nossos corações. A prova disso é que quando o Apóstolo Paulo e Silas quando foram presos por pregarem a verdade do Evangelho, a Bíblia diz que por volta da meia-noite eles começaram a orar e cantar louvores a Deus (Atos 16.19-26), e de repente sobreveio um grande terremoto que abalou os alicerces da prisão e as cadeias que prendiam os dois se abriram. Aprendemos nesse texto que o verdadeiro louvor agrada o coração de Deus, e que um louvor verdadeiro abala as cadeias espirituais que nos prendem, seja na família, no emprego, na escola, na tua igreja, no teu casamento ou até mesmo na nossa alma.

                Mas voltando para o nosso texto base, vemos que dos vv. 26 ao 30, que Jesus reuniu seus discípulos no cenáculo para cear, era um momento de comunhão com eles, um momento onde estava se aproximando o evento da crucificação de Cristo, e que vemos que mesmo assim Jesus teve forças para louvar.

O HINO DE JESUS

                Ao ler esse texto, fiz a primeira indagação para mim mesmo: Que hino Jesus cantou? Será que a Bíblia mostra que hino foi esse? Com certeza devem ter indícios que mostram sobre esse hino!
                Ao estudar sobre esse texto, descobri que Jesus provavelmente cantou um dos Salmos, e seriam Salmos 113, Salmos 118 ou Salmos 136. Esses Salmos são cânticos de adoração, onde o salmista rende graças ao SENHOR, mostrando que Deus merece toda honra, toda glória e todo o louvor em todos os momentos de nossa vida, quer bons, quer ruins.
                Todos estes Salmos são louvores de gratidão a Deus, e incentiva a todos renderem graças ao REI dos reis e SENHOR dos senhores, são cânticos que mostram a soberania, a plenitude da misericórdia do nosso Deus.
                Se eu fosse você, não perderia tempo e faria o mesmo que Jesus, e começaria a glorificar e enaltecer o nome do nosso Deus, porque Ele é digno de toda a honra, toda glória e todo o louvor.

                Aprendo três coisas com Jesus nessa situação:

ALEGRIA EM DEUS

                portanto não vos entristeçais; porque a alegria do SENHOR é a vossa força.” (Ne 8.10). Jesus no momento da ceia, não se entristeceu mediante a situação que estava por vir, Ele não desistiu, e foi fiel até o fim, e nós temos que ser imitadores de Cristo, para que assim venhamos vencer as adversidades glorificando e louvando o nome do Senhor (Fp. 2.5).

PERSEVERANÇA

                “Pelo qual também temos entrada pela fé a esta graça, na qual estamos firmes, e nos gloriamos na esperança da glória de Deus. E não somente isto, mas também nos gloriamos nas tribulações; sabendo que a tribulação produz a paciência, e a paciência a experiência, e a experiência a esperança. E a esperança não traz confusão, porquanto o amor de Deus está derramado em nossos corações pelo Espírito Santo que nos foi dado.” (Rm. 5.2-5). Se a alegria em Deus é um ótimo combustível para cantarmos o hino da vitória, a perseverança é um aditivo para nossa vida espiritual, pois a perseverança caminha junto com a nossa fé, como diz a Palavra: “Ora, a fé é o firme fundamento das coisas que se esperam, e a prova das coisas que se não vêem.” (Hebreus 11:1). Se somarmos a fé juntamente com a esperança, teremos um ótimo resultado, e foi assim que Jesus cantou junto com os seus discípulos, foi a perseverança, e a fé no Deus Pai que Ele teve para subir naquele madeiro e morrer por mim e por você. Temos que perseverar, ter esperança para que Deus venha agir em nosso favor. “Fazei todas as coisas sem murmurações nem contendas; Para que sejais irrepreensíveis e sinceros, filhos de Deus inculpáveis, no meio de uma geração corrompida e perversa, entre a qual resplandeceis como astros no mundo;” (Filipenses 2.14-15).

CONHECER QUE A VITÓRIA VEM DO SENHOR

“O cavalo prepara-se para o dia da batalha; mas do Senhor vem a vitória.” (Provérbios 21.31). A maior virtude do crente é saber e entender que a sua vitória vem do Senhor, pois naquele momento Jesus sabia o Seu destino, mas mesmo Ele sabendo que pra vencer tinha primeiro que padecer, Ele não desistiu, e é isso que falta para muitos cristãos, muitos acham que a vitória vem por conta da sua força, da sua influência, e muitos caem porque os olhos espirituais se fecharam para esta verdade. Assim como disse Salomão no texto acima, o cavalo tem que se preparar para o dia da batalha, nós temos que estar preparados para as adversidades, e mesmo estando bem preparado a vitória vem do Senhor, é Ele que nos dá a vitória, porque mesmo que estejamos preparados, mesmo que sejamos mais fortes do que os nossos inimigos, se não entregarmos nossa vida e confiar tão-somente no Deus Todo-Poderoso, a quem nós servimos, nunca ganharemos as problemáticas dessa vida.


É isso meus amados, mais um estudo simples, mas que espero que possa te edificar, Deus está colocando um hino novo na sua boca, e esse hino se chama HINO DA VITÓRIA. Entregue sua vida nas mãos do Senhor, para que Ele faça aquilo que o homem não pode fazer, faça o que o Nosso Mestre Jesus de Nazaré fez: “CANTE, CANTE, CANTE E DIGA QUE ELE É GRANDE!”


              
Siga-me no Twitter               Curta nossa página

O verdadeiro encontro com Jesus

quarta-feira, 27 de junho de 2012

2 comentários
O verdadeiro encontro com Jesus

A Paz do Senhor Jesus a todos os amados irmãos. Quero pedir desculpas a todos os amados, pois estava sem tempo durante esses dias, mas estou de volta (Após Deus ter me cobrado) com esse pequeno estudo, mas que vai te edificar de uma forma tremenda ao lê-lo.

“Filipe encontrou a Natanael e disse-lhe: Achamos aquele de quem Moisés escreveu na lei, e a quem se referiam os profetas: Jesus, o Nazareno, filho de José. Perguntou-lhe Natanael: De Nazaré pode sair alguma coisa boa? Respondeu-lhe Filipe: Vem e vê. Jesus viu Natanael aproximar-se e disse a seu respeito: Eis um verdadeiro israelita, em que não há dolo. Perguntou-lhe Natanael: Donde me conheces? Respondeu-lhe Jesus: Antes de Filipe te chamar, eu te vi, quando estavas debaixo da figueira. Então, exclamou Natanael: Mestre, tu és o Filho de Deus, tu és o Rei de Israel! Ao que Jesus lhe respondeu: Porque te disse que te vi debaixo da figueira, crês? Pois maiores coisas do que estas verás. E acrescentou: Em verdade, em verdade vos digo que vereis o céu aberto e os anjos de Deus subindo e descendo sobre o Filho do Homem” (João 1.45-51)

O encontro com Jesus, é um momento maravilhoso em nossas vidas, pois ter esse encontro com o Mestre marca a vida de qualquer crente. E quero comparar com a história de Natanael.

                Você gostaria de ter um verdadeiro encontro com Jesus? Você já teve esse encontro? Sabia que depois deste estudo você terá um encontro verdadeiro com o Ele, você não será mais o mesmo!

                A Bíblia nos relata na história de Natanael que quando ele se encontra com Jesus, o Mestre faz uma afirmação que impactou a Natanael: “Eis um verdadeiro israelita em que não há dolo!”

E quero lhes mostrar o segredo, o que devemos e não devemos fazer para ter um verdadeiro encontro com Jesus.

A HISTÓRIA DE NATANAEL

                Jesus declara para Natanael que o viu quando estava debaixo da figueira (v.48). A história de Natanael mostra que quando Herodes soube que o Messias tinha nascido, ele mandou matar todas as crianças de dois anos abaixo, quando a mãe de Natanael soube disso ela temeu que os soldados matassem seu filho, e pegou Natanael e o escondeu embaixo de uma figueira, e o cobriu com folhas. A mãe de Natanael orou ao Senhor para que Deus o salvasse o seu filho, por isso o nome Natanael que significa “dom de Deus” ou “Deus me deu”. Naquele tempo era comum ter figueiras nas casas dos habitantes, a figueira é uma árvore que quando dá frutos ela fica cheia de folhas, e logo nós compreendemos que Natanael nunca tinha visto Jesus. Logo também vemos a Onisciência de Deus para com nossas vidas.

PECADO

“Jesus viu Natanael aproximar-se e disse a seu respeito: Eis um verdadeiro israelita, em quem não há dolo.” (João 1.47)

                O pecado é algo que faz com que a Presença de Deus se afaste de nós, pois quanto mais nos afastamos do mal, mais Deus se agrada e se aproxima de nós. Espírito Santo não habita em templo sujo, esse é um dos principais segredos para que se tenha a Presença de Deus em nossas vidas, para que verdadeiramente venhamos a ter um encontro com Jesus:

“Bem-aventurado o homem a quem o Senhor não atribui iniquidade e em cujo espírito não há dolo.” (Salmos 32.2)

                Davi neste Salmo nos ensina que o homem que não há dolo é bem-aventurado. A palavra “atribui” no hebraico significa “pensar” ou “levar em conta”. Deus não nos atribui maldade, não pensa em maldade para nossa vida, foi assim que Jesus viu e confirmou a Natanael. Dolo (v. 47) do hebraico significa “engano”, e se tem algo que faz com que Jesus queira marcar um encontro com nós é quando Ele não vê maldade nem engano, quando Ele não vê pecado em nossas vidas: “Bem-aventurados aqueles cujas iniquidades são perdoadas, e cujos pecados são cobertos; bem-aventurado o homem a quem o Senhor jamais imputará pecado.” (Romanos 4.7-8)

                Venhamos aprender a fugir do pecado, pois sem a nossa Santidade não veremos a Deus.

INCREDULIDADE

“Perguntou-lhe Natanael: De Nazaré pode sair alguma coisa boa? Respondeu-lhe Filipe: Vem e vê.” (João 1.46)

                A incredulidade é um dos fatores que faz com que o nosso encontro com Deus fique comprometido, pois a confiança em Deus vem através da fé, é ela que nos faz acreditar e confiar no SENHOR Deus: Ora, a fé é a certeza de coisas que se esperam, a convicção de fatos que se não vêem.” (Hebreus 11.1)

                Faça desse encontro com o Senhor Jesus o melhor momento de sua vida, busque-o de todo o seu coração, insista, não desista, creia que Ele irá ao teu encontro.

 Fiquem todos com Deus, e até a próxima se assim Ele nos permitir! A paz do Senhor Jesus!

                      


 

Posts Comments

©2006-2010 ·TNB